2007-04-26

A inconcebível natureza da Natureza


Não resisti, este vídeo é mesmo fantástico. Nele Richard Feynman começa a descrever uma piscina onde muita gente pula e faz ondas que cobrem caoticamente a superfície da água. Imagina então um inseto inteligente que, flutuando em uma borda da piscina, analiza as ondas que recebe e, a partir do movimento, infere quem pulou na piscina, quando e onde. Difícil? É na verdade o que fazemos quando olhamos para alguém. A luz que consiste em oscilações do campo eletromagnético, chega aos nossos olhos e vemos alguém. Mas a maravilha é que alguém à minha direita pode ver alguém à minha esquerda ao mesmo tempo que eu olho para você. Os raios luminosos se cruzam mas não interferem, permitindo a todos ver ao mesmo tempo. A maravilha não termina aí: uma cobra é capaz de "ver" radiações cujo comprimento é maior que a luz visível, efetivamente "vendo" o calor irradiado da superfície de um rato, sua presa. Não conseguimos fazer isso. Há mais oscilações neste quarto, agora mesmo. Se eu ligar um rádio e sintonizar a Radio Moscow, ou uma emissora de TV, percebo que essas oscilações também podem ser percebidas, assim como as oscilações de um radar de um aeroporto vizinho que detecta os aviões pela reflexão dessas oscilações, tudo numa tremenda bagunça. Toda essa informação tremendamente complexa está realmente aqui, agora, conosco todo o tempo. Tudo isso que está aqui, e que todo mundo sabe que está aqui, é algo que não paramos para pensar e apreciar realmente: a fantástica complexidade da inconcebível natureza da Natureza.

Veja o vídeo e aprecie a deliciosa forma de Feynman se expressar e de comunicar a sua admiração pela vida e pela Natureza.

Um comentário:

Julia disse...

Realmente é fantastica a complexidade da NATUREZA!!!