2007-04-18

Vamos fechar os olhos?

Estou lendo pela segunda vez o racional e muito bem escrito "Mundo assombrado pelos demônios" de Carl Sagan (clique na capa para ver detalhes ou comprar na Cultura).

Carl Sagan explica de maneira cristalina como as pessoas chegam ao ponto de querer ser enganadas. Por que estou falando nisso? Porque vi no blog do Reinaldo Azevedo a forma como ele trata a questão do aborto. Hoje, segundo o ministro da Saúde, mais de um milhão de abortos são feitos clandestinamente. Para quem gosta de contas, são mais de 24 mil por semana ou mais de 3 mil abortos por dia.

É claro que isso é uma situação calamitosa: os abortos feitos de forma clandestina são muito mais perigosos do que os feitos em condições médicas controladas.

É triste notar que o Reinaldo Azevedo, cuja opinão em outros assuntos respeito, tem a clássica mentalidade religiosa descrita no livro de Sagan. Como é católico fervoroso, condena o aborto como "assassinato". Nesse aspecto, em vez de propor soluções, entusiasma-se com o fato de que o brasileiro rejeita a descriminalização do aborto e o PT defende um plebiscito a respeito.

Vou colocar a coisa em termos simples: abortar um feto de menos de 12 semanas, mero aglomerado de células sem sistema nervoso, não se compara a colocar no mundo uma criança sem condições de mantê-la. O segundo ato é infinitamente mais criminoso. Mesmo clandestinos, os mais de um milhão de abortos que ocorrem no Brasil são benéficos se comparados com o que aconteceria se estas crianças nascessem. Descriminalizar o aborto impondo um limite de tempo na gestação é a única opção razoável.

Vamos imaginar por um momento que Reinaldo estivesse certo: vamos seguir a lei e prender todas as mulheres que realizam abortos, os médicos, todo mundo. O que vocês acham que aconteceria?

Em seu excelente livro, Sagan comenta:
"Se somos enganados por tempo suficiente, tendemos a rejeitar qualquer evidência de nosso engano. Não temos mais interesse em descobrir a verdade. O engano nos dominou. É demasiado doloroso admitir, mesmo para nós mesmos, que fomos capturados. Uma vez que você dá poder sobre você mesmo a um charlatão, é quase impossível recuperá-lo."

O enganador charlatão pode se chamar Lula ou Papa Bento, Bispa Sônia ou Paulo Maluf, Collor ou Padre Marcelo, Stedile ou Henry Sobel. É menos vergonhoso continuar no erro, rezando pela cartilha do safado, do que admitir que fomos ludibriados.

Vamos fechar os olhinhos, Reinaldo?

4 comentários:

mar disse...

Esterelizacão mais eficaz que aborto

Devido as situacões moral e social caóticas em que o Brasil está atolado, sou a favor do aborto e vou mais além por uma questão lógica de economia. Não deveriam ser desperdicados recursos realizando abortos porque, com absoluta certeza, a reincidência seria trágica já que não mais se preocupariam mesmo em previnir com a garantia de aborto grátis.

Vamos partir para a solucão definitiva, esterelizacão sem burocracia. E mais, faria uma campanha em massa garantindo R$1.000,00 à vista como prêmio a todos que se apresentassem para esterelizacão voluntariamente.

Anônimo disse...

Não tenho dúvida que quem vende sua fertilidade por R$1.000 não tem condições de criar filhos.

Será que é possível fundar uma ONG que pagasse para quem quiser fazer laqueadura? Um programa como esse, em conjunção com aborto legalizado, ajudaria o país a sair do buraco, com certeza.

Julia disse...

Zappi,

Acho que esta na hora de fundar uma ONG pra levantar fundos nescessarios pra pagar e dar premios com urgencia.Premiar os mais pobres... acho que daria resutaldo "INCLUSIVE"...deixo a cada um deduzir as reticencias usadas AQUI E ACOLA(...) proposital afin de não ser encontrado o antidoto ideologico da PTzada(....) enquanto se espera(...)

Realmente Não se pode estar de acordo com Reinaldo Azêvedo em uma questão tão polemica levada pelos intereses dos cofres religiosos e da compra de votos(...)Esta na hora de ser usada o mesmo methodo de compra pra INVERTER as cadeiras de MUITAS situações...!

Bira disse...

Essa do Reinaldão eu não entendi também, direito de opinião dele mas cano de 38 no semaforo...se bem que ele se esconde lá em Iporanga e não "colhe" bala na enseada...
Quem sabe quando algum sobrinho for arrastado de moema para o ipiranga...toc toc toc